terça-feira, 9 de agosto de 2011

CONVERSAS APIMENTADAS


AS LEIS SÃO DURAS,MAS...
Cavalheiros muito elegantes tomavam chá,na Colombo,ás cinco da tarde;os brioches,como sempre, estavam deliciosos e a tortinha de chocolate com sorvete,deliciava os convidados.
A tarde estava  fresca,o Cristo do Corcovado abençoava a todos,pois,morando há tantos anos no Rio já tinha visto de tudo e a todos perdoava.Como não ser transgressor numa cidade assim?Quente,sensual,maravilhosa,o amor estava no ar!Cristo era sábio.
Bem, os cavalheiros conversavam quando entrou outro cavalheiro elegantíssimo,que os cumprimentou amavelmente e foi direto para a mesa do senador Alencar.
-Que safado!rugiu um dos presentes.Vem gastar aqui,sem drama de consciência,e à larga,o que a mulher surrupia dos outros.
Estávamos nos anos quarenta e a conversa voltou-se para certos hábitos  sociais.
-É triste a degeneração dos  costumes,no Rio,observou o velho professor.Senhoras muito pobres vivem cobertas de sedas e jóias e o marido parece ser o único que não vê...Nunca perguntou de onde veio todo esse luxo,até se beneficia dele,descaradamente.
Um dia, a mulher some com o “patrocinador” ou com outro mais rico e,aí,os chifres doem e eles querem matar e arrebentar...e com um tom de desprezo na voz:-cornos!
-É isso mesmo! Não  há mais moralidade nem respeito,sentenciou o juiz aposentado,que ,por acaso,sustentava uma destas.
O Dr. Jonas, diplomata de carreira, entrou no papo:-Aqui devia ser como num pequeno reino da Ásia;quando a mulher desonra o marido a lei pune o sedutor,porque abusou da inocência da dama.Agora,se a mulher for useira e  vezeira em “saltar a cerca”,a lei vai em cima da mulher,que é punida com 50 chibatadas.Mas,disse ele,mexendo o açúcar do seu chá- mas -se a mulher for reincidente,tiver três ou mais amantes,o punido é o marido,pois com certeza foi complacente e cúmplice;nesse caso,está provado,que o chifre lhe faz bem.100 chibatadas nele,além do repúdio social.
-Que leis maravilhosas! Disse o juiz;aí está,estes bárbaros,dando lições aos civilizados.Muito bem!Agora ,se essa lei fosse adotada aqui no Rio...
Deu uma gargalhada homérica que fez todos os presentes olharem para ele:
-Quanto marido  processado,caramba!...








        CURIOSIDADES
No Zambéze os  noivos  vivem se agredindo antes do casamento.
No Brasil e outros países ocidentais esse estado de coisas se verifica com frequência,por anos a fio,depois do casamento.


DIPLOMATA ´é aquele sujeito inteligente que consegue convencer sua mulher que ,com um casaco de peles,pareceria muito mais gorda.
VANITAS VANITATES
Arqueólogos provaram que no antigo Egito e na Síria já existiam cabeleleiros e perucas.
E que os ditos profissionais sabiam fazer muito bem uma ondulação permanente.











6 comentários:

  1. Eta pimentinha gostosa de se ler, amiga!
    Te adooooro!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom amiga, excelente, tudo num tom de humor, parabéns, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  3. Olá, Miriam
    Hoje, aderí ao "Café com Pimenta", não
    sou baiana, mas mulher de indiano, só come
    picante...rs...Há 31 anos, essa malaguetinha encarnada, faz parte da culinária da casa, além
    de "outros" momentos, que são bem apimentados...
    Adorei, a postagem, até porque morei no Rio 25
    anos... foi lá que esta cearense conheceu o indiano. Até hoje, regado a Café e à Pimenta...
    Beijos
    Lúcia

    ResponderExcluir
  4. Mirian, bom dia!

    Adorei degustar tuas entranhas e saliências apimentadas. Copiei algumas e publiquei em minha página no Facebook, com os devidos créditos, claro.
    Lhe pediria autorização pra divulgar seu livro Contos Apimentados em uma coluna que escrevo no jornal Circuito Mato Grosso - www.circuitomt.com.br - em Cuiabá.

    ResponderExcluir
  5. Meu caro,autorizadíssimo.São honras que me já dão,como dizia um prefeito do interior da Bahia.
    Sinta-se á vontade e volte sempre.
    Quem sabe n/ vou até ai divulgar o livro,c/ sua ajuda,claro!
    Vc sabe,o escritor é tb um caixeiro viajante.Acabo de voltar do Recife. bjks

    ResponderExcluir